segunda-feira, 28 de abril de 2008

Água,Garrafas e Lixo


Olá

Depois de alguns dias sem postar nada...hoje estou de volta!

Uma amiga me convidou para participar da ECO RUN, que será no dia 22/06/2008 e esse mês a Revista O2, veio com uma reportagem sobre os copos de águas que são jogados na rua. A matéria e bem interessante, pois como participamos de corrida de rua e muitas das vezes jogamos os copos no chão a muita discussão em torno desse assunto e estarei colocando, aqui para reflexão e até mesmo os organizadores possa encontrar um saida para que depois de uma festa bonita como e a corrida de rua....os copos e garrafas não virem um transtorno futuro.


Beber água durante as corridas é essencial.Mas como lidar com o montante de lixo formado ao fim do evento?

O dia Mundial da Água é comemorado no dia 22 de março foi criado pela ONU(Organização das Nações Unidas). A data traz à tona reflexões sobre o bom uso da água em todo o mundo, até mesmo no universo das corridas.
Nas provas de rua,os corredores sabem que,ao fim do evento,após completarem os tão sonhados e suados quilômetros,encontrarão o cenário típico: milhares de garrafas e copos jogados,deixados para trás após os postos de hidratação.
Para se ter um exemplo,em uma prova curtas como a Eco Run Rj,com 2,5 mil corredores inscritos, cerca de 25 mil copinhos com água são arremessados ao longo dos 10 km.
Já na Meia-maratona de São Paulo,que aconteceu em março,foram 110.400 copos deixados pelos corredores ao longo do trajeto,segundo a Yescom,organizadora do evento.

Impacto e polêmica
Os simples copinhos,entretanto,causam mais desconforto e promovem graves problemas ambientais.Segundo o World Watch Institute,o consumo mundial de água mineral praticamente dobrou nos últimos dez anos. A Associação Internacional de Água Engarrafada coloca o Brasil como quarto maior consumidor.
Uma possibilidade para minimizar o impacto ambiental da corrida seria se os corredores levassem seu próprio squeeze para as provas curtas. A maioria carrega garrafinhas com água ou isotônico nos treinos,seja nas mãos ou presas ao cinto de hidratação.


Em um ano,só nos EUA,2,5 milhões de toneladas de dióxido de carbono e outros gases do efeito estufa foram jogados na atmosfera pela fabricação e reciclagem das garrafas pet

Vou ficando por aqui,boa corrida e bons treinos.

Fabiana =D

2 comentários:

Ricardo Hoffmann disse...

Legal seu post Fabiana. Curioso que a ecorun poderia oferecer uma solução para esse problema né? Compete a cada um fazer sua parte.

Fabiana disse...

Ricardo,concordo com você eles poderiam fazer alguma coisa,li que na maratona de TOKYO eles colocam cestos grandes ao longo na corrida.Poderia fazer um teste né.
Abraços,